domingo, 25 de abril de 2010

roger, meu querido roger!

Todos os dias tento ser uma pessoa diferente. Tento mudar tudo e mais alguma coisa. Já mudei os olhos e o cabelo. Não adiantou de nada!
Ficou tudo igual, nada mudou.
Acho até, que mesmo se tivesse pintado o cabelo de cor-de-rosa, se tivesse passado a usar umas lentes de contacto de uma cor qualquer tu não ias sequer reparar; ou então ias fazer de conta que não, só para que em mim não continuassem a existir dúvidas de que o meu amor por ti é impossível.
Será que se eu fosse muito diferente do que sou irias reparar em mim? Ias? Diz-me a verdade, por favor!
Não consigo entender porquê que eu nunca consigo ter-te. o porquê de nunca deixares que te diga olhos nos olhos que te amo e que és o que eu mais quero no mundo. Se pudesses imaginar o orgulho tremendo que tenho em ti e em tudo o que fazes, se soubesses todas as coisas que eu penso quando alguém te dá um elogio ou te diz que estás cada vez melhor, se tu pudesses imaginar por uns instantes o que é gostar de ti como eu gosto!
Mas não, chega de imaginar que um dia as coisas podem mudar e que tu podes vir a ser o meu grande amor. Não é verdade, tu disseste-o ontem e eu limito-me a acreditar e a lutar contra o meu pequeno coração.
Será que se eu fosse como tu queres tu serias como eu quero?

P.s - eu só que queria que fosses meu roger ~

3 comentários:

  1. gostei muito :)

    obrigada :D

    ResponderEliminar
  2. não devemos tentar mudar por ninguém, para que reparem em nós. aprendi isso a muito custo, mas acho que entrou.
    somos o que somos e nada no NOSSO mundo pode ir contra isso. ou pelo menos, nao deve. temos que querer o amor de quem nos olha e diz amar assim, tal e qual. sem impor mudanças, sem impor mais. é esse o verdadeiro amor, pequenina.
    e não tenho dúvidas de que no dia em que alguém te olhar com olhos de ver, te vai amar mais do que imaginas.

    ResponderEliminar

Posso não concordar com nenhuma das palavras que tu disseres, mas defenderei até à morte o direito de tu as dizeres.
Voltaire