segunda-feira, 23 de agosto de 2010

#2 LETTER TO YOUR CRUSH


Dear Crush,
nunca antes me tinha ocorrido escrever-te seja o que for! Não necessariamente uma carta, mas um bilhete ou um postal poderia ter-te escrito. Mas isso nunca me passou pela cabeça.
E talvez porque nunca me tenha apercebido de que tu, tão discreta e difícil de atingir, és de facto a minha paixão, a minha força, o meu sonho, a minha luta!
E é com todo o respeito e atenção que penso em ti todos os dias, que desde miúda que sei que és aquilo que eu mais quero. E enquanto os outros escolhiam coisas comuns e naturais da idade eu já te queria a ti. A ti minha verdadeira paixão!
E agora que vejo os anos a passar por mim com uma rapidez sem limites, que ouço o teu nome todas as noites e dias, que te sinto mais comigo do que em qualquer outra altura, sei que és um sonho! O meu sonho! Aquele sonho do qual nunca vou desistir, nem que para isso tenha de passar o resto da vida a melhorar o que está para trás, nem que tenha de ir para outro local, nem que tenha de ir ter contigo a onde for! E se eu acredito que sou capaz eu vou correr atrás de ti por muito que mantenhas a porta fechada o resto da minha vida.
E posso não te ter no caminho directo, posso ter de entrar por uma porta seguir um atalho e depois chegar a ti, posso ir por caminhos mais fáceis e depois ir ter contigo, posso experimentar outras paixões e depois ir ter contigo. Mas de uma coisa podes esperar e eu asseguro-te que será uma espera certa, eu vou ter-te, eu vou entrar lá dentro e vou ser ainda mais apaixonada por ti!
E nunca julgues que ninguém é apaixonado por ti, não julgues que és temida por todos, não julgues que ninguém te quer, não julgues que és apenas mais uma!
Isso não é verdade, isso nunca vai ser verdade.
Porque vale muito mais ter a paixão que eu tenho por ti do que ter a excelência de entrar em ti e quando se sair não se ser um apaixonado como deve ser.
Lamento, mas eu não sou assim, eu não vou ser assim.
E no que depender de mim vou ser apaixonada por ti eternamente e valerá muito mais a vocação que sinto por ti do que o mérito que tem aqueles que te alcançaram e não querem honrar o teu nome!
Para mim, és a minha maior paixão e te garanto que vai ser M E D I C I N A até morrer!

Com todo o respeito que mereces e com a minha maior honra por ti!

9 comentários:

  1. Gostei muito de ler.Está muito original para quem decidiste escrever a carta. :)

    ResponderEliminar
  2. fantástico minha li :o

    ResponderEliminar
  3. Medicina,
    um dos meus sonhos, mais precisamente Psiquiatria.
    E apesar de não poder entrar (em Portugal) e como não é o meu único sonho, visto que adoro Investigação na area da Genética, lá chegarei mais tarde ou mais cedo porque eu sei que tenho vocação.
    Não desistas!
    "Porque vale muito mais ter a paixão que eu tenho por ti do que ter a excelência de entrar em ti e quando se sair não se ser um apaixonado como deve ser.
    Lamento, mas eu não sou assim, eu não vou ser assim.
    E no que depender de mim vou ser apaixonada por ti eternamente e valerá muito mais a vocação que sinto por ti do que o mérito que tem aqueles que te alcançaram e não querem honrar o teu nome! " NÃO PODERIA CONCORDAR MAIS!

    Adorei o post :)

    ResponderEliminar
  4. Eu não tenho média para medicina. Aquilo é quase 19 e eu devo acabar o secundário com 16,17. No entanto para Genética é melhor Biologia ou Bioquimicas e é para ond vou. Mas não desisto porque Psiquiatria é uma grande paixão. E quero conjungar os dois "amores".
    Boa sorte também ;)

    ResponderEliminar
  5. Eu não tenho média para medicina. Aquilo é quase 19 e eu devo acabar o secundário com 16,17. No entanto para Genética é melhor Biologia ou Bioquimicas e é para ond vou. Mas não desisto porque Psiquiatria é uma grande paixão. E quero conjungar os dois "amores".
    Boa sorte também ;)

    ResponderEliminar
  6. ofereço-te o meu selinho (:

    ResponderEliminar

Posso não concordar com nenhuma das palavras que tu disseres, mas defenderei até à morte o direito de tu as dizeres.
Voltaire