segunda-feira, 6 de setembro de 2010

sem comentários!


Não importa o quanto pesa. É fascinente tocar, abraçar e acariciar o corpo de uma mulher. Saber o seu peso não nos proporciona nenhuma emoção.
Não temos a menor ideia de qual seja o seu tamanho de roupa. A nossa avaliação é visual, isso quer dizer que, se tem forma de guitarra...está optimo. Nao nos importa quanto medem em centimetros - é uma questao de proporções, nao de medidas.
As proporçoes ideais do corpo de uma mulher sao : curvulineas, cheinhas, femininas... É esse o tipo de corpo que, sem duvida, se nota numa fracção de segundos.
As magrinhas que desfilam nas passarelas, seguem a tendencia desenhada por estilistas gays que odeiam as mulheres e com elas competem.
As suas modas normalmente sao retas e sem formas e agridem o corpo que eles tanto odeiam porque nao podem te-los.
Nao ha beleza mais irresistivel na mulher do que a feminilidade e a doçura. A elegancia e o bom trato, sao equivalentes a mil viagras.
A maquilhagem foi inventada para que as mulheres a usem. USEM! Para andar de cara lavada, ja basta a nossa. E os cabelos, quanto mais bem tratados, melhor.
As saias foram inventadas para mostrar as pernas magnificas da mulher...Porque razao as cobrem com calças? Para que sejam confundidas connosco?
Se a natureza lhes deu estas formas curvilineas, por alguma razao foi, e eu posso afirmar: NOS GOSTAMOS ASSIM. Ocultar essas formas, é como ter o melhor sofa do mundo, embalado e arrumado no sotao.
E é essa a lei da natureza...que todo aquele que se casa com uma modelo magra, anorexica, bulemica e nervosa, rapidamente procura uma amante, cheinha, simpatica, tranquila e cheia de saude.
Entendam de uma vez! Tratem de agradar a nós e nao a voces. Porque, nunca terao uma referencia objectiva, do quanto sao lindas, dita por uma mulher, pois nenhuma mulher vai reconhecer, jamais, diante de um homem, com sinceridade, que outra mulher é linda.
Nõs gostamos das mulheres que sabem conduzir a sua vida com equilibrio e sabem controlar a sua natural tendencia a culpas. Pu seja, aquela que, quando tem de comer, come com vontade, que quando tem de fazer dieta, faz dieta com vontade, quando tem que ter intimidade com o parceiro, tem com vontade, quando tem que comprar algo que goste, compra mas quando tem que economizar, economiza.
Algumas linhas no rosto, algumas cicatrizes no ventre, algumas marcas de estrias, nao lhes tira a beleza. Sao feridas de guerra, testemunhas de que fizerem algo nas suas vidas, nao tiveram anos em spas ou apenas a sobreviver....VIVERAM!
O CORPO DA MULHER É A PROVA DE QUE DEUS EXISTE. É o sagrado recinto da gestaçao de todos os homens, onde foram alimentados, mimados, e nós sem querer, as enchemos de estrias, de feridas e outras coisas que tiveram que acontecer para estarmos vivos. Mulheres, miudas, raparigas, cuidem, cuidem-se e AMEM-SE!
Francisco Vieira Mendes


P.s.- encontrei este MARAVILHOSO texto numa viagem pela rede social facebook e fiquei completamente admirada por haver a possibilidade de um rapaz escrever isto!

10 comentários:

  1. Tá simplesmente fantástico!!!

    ResponderEliminar
  2. Concordo, mas em algumas situações há exageros, mas é a minha opinião :)

    ResponderEliminar
  3. gosto muito, já tens o meu selinho fofinha ? *

    ResponderEliminar
  4. ESTÁ LINDO!
    Muito boa escolha *.*

    ResponderEliminar
  5. amei simplesmente, nunca diria que um rapaz pudesse escrever tal texto! o:

    ResponderEliminar
  6. esta, sem dúvida alguma, magnífico (:

    ResponderEliminar
  7. Está lindo, lindo +.+

    ResponderEliminar

Posso não concordar com nenhuma das palavras que tu disseres, mas defenderei até à morte o direito de tu as dizeres.
Voltaire