domingo, 24 de outubro de 2010

mais do que de ti, preciso de uma droga!


estou a precisar de ti e não sei o que estás a fazer do outro lado do mundo! ser um
as coisas mudaram tanto minha querida, mudaram-se até as palavras e os actos.
hoje, queria dizer-te que tenho saudades tuas e que precisava daqueles abraços intermináveis. precisava que me agarrasses nos teus braços e me levasses para um silêncio infinito onde a única coisa que podia servir de melodia era o teu amor por mim e as minhas lágrimas de dor. queria dizer-te que estou com saudades tuas, estou com muitas saudades tuas!
p.s- a dor que sinto é forte e intensa, mais do que de ti e do teu carinho, trás-me uma droga forte. daquelas que matam à primeira respiração, eu preciso de uma dessas!

7 comentários:

  1. é fantástica a maneira única de como consegues combinar as palavras. gostei imenso dos teus textos *.*

    ResponderEliminar
  2. Adoro, como sempre! *.*

    ResponderEliminar
  3. está lindo, adorei! *

    ResponderEliminar

Posso não concordar com nenhuma das palavras que tu disseres, mas defenderei até à morte o direito de tu as dizeres.
Voltaire