terça-feira, 28 de dezembro de 2010

nunca desistas de mim!


sempre tive medo que me dissesses que querias desistir. mas ainda tive mais medo que não fosses capar de me dizer olhos nos olhos que essa era a tu escolha.
como é que pude adivinhar que o ias fazer? é tão estranha a forma como te conheço e como já sei quais são os teus passos por muito que os mudes. o mais engraçado é que dizes ter coragem para tudo e como eu adivinhava, não foste capaz de me dizer olhos nos olhos que ias desistir de uma vida tão dura como esta de quem ama. disseste-me que ias desistir numa mensagem toda cheia de metáforas e ironias que eu já sei de cor e que já nem me iludem. pensas que ainda me mentes como me mentias no início? ou julgas que ainda me enganas com a mesma facilidade?
vamos lá dizer a verdade: eu sei que fazes isto tudo porque gostas tanto de mim como eu de ti. sei que o fazes porque adoras ver-me irritada e a dizer coisas que não quero para no fim vires cheio de mordomias fazer as pazes. mas já nem se trata disso meu amor! trata-se acima de tudo da verdade e com ela não se brinca.
sabes que estou aqui e que espero por ti todos os dias. que já morro de saudades de sentir o teu cheiro em partículas vazias no ar e que só de saber que andas lá tão longe fico a pensar se pensas em mim como penso em ti! e pensas?
só te quero pedir para não desistires! isso é não é para ti nem para ninguém por isso, fica comigo, fica.
Sabes que mais vou ligar-te agora só para dizer-te o que te disse na última noite que passamos juntos!
- És tu princesa?
- Sou sim! Apenas liguei porque queria dizer-te uma coisa?
- O quê? Deixa-me adivinhar! - eu adoro quando me deixas a sonhar - vais-me dizer que queres que fique, que cuide dos teus passos e que continue a amar-te! É isso?
- Não! Quero primeiro sussurrar-te ao ouvido, - eu sei que adoras quando o faço - quero dizer-te que estou ai ao teu lado e que podes sentir-me se fechares olhos! Mas o mais importante é que quero dizer-te que não desistas de mim agora, agora que passamos a noite mais temida e que o sol voltou a nascer é isso. E lembra-te eu amo-te.
- Amas? Mas eu.. - já vai voltar ao mesmo?, pergunto a mim mesma.
- Tu nada! Não me mintas agora!
- Eu não precisava que dissesses nada! És a mulher da minha vida morra eu agora ou amanhã. Não desistas de mim tu, fica comigo. Vem dormir comigo hoje. - mal ele sabe que estou em frente a casa dele à espera que me abra a porta!
- Estou aqui, só precisas de me abrir a porta!
Vejo-o a espreitar pela janela e já o sinto perto de mim.
- És mesmo tu?
- Sou mesmo eu, só para ti, para sempre!
E num beijo seguro demonstra-me que nunca irás desistir porque o amor é difícil e a vida de quem ama é dura, mas no fim, saímos sempre compensados porque o amor é tudo.

9 comentários:

  1. tá excelente, não tá? oh god

    ResponderEliminar
  2. Eu bem vou tentando minha querida :$
    Eu estou quase, também.
    Quanto ao teu post, está maravilhoso *.*

    ResponderEliminar
  3. Claro que digo minha querida (:
    E obrigada.

    ResponderEliminar
  4. ainda bem fofinha ♥
    que riqueza de texto *.*

    ResponderEliminar
  5. Muito obrigada :)
    Sim eu estou a gostar *

    ResponderEliminar

Posso não concordar com nenhuma das palavras que tu disseres, mas defenderei até à morte o direito de tu as dizeres.
Voltaire