segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

o meu é ainda o teu mundo!


Tenho sentido arrepios na alma como se lhe tocasses com os teus finos dedos gelados e num breve choque térmico tudo mudasse. Tens estado aqui por perto, aqui ao meu lado. Eu tenho sentido os teus passos como se da realidade se tratasse, e como eu tenho pena que assim não seja.
Mas tens cá estado e só isso tem-me confortado! Admito, não me conforta em muito saber que tens cá estado mas que não me tens dito nada, que não me disseste o que tens feito e que vinhas ver-me. Também sei que não o podes fazer e que se de alguma maneira tentasses eu poderia não entender! Mas fico feliz por teres vindo e me teres feito sentir-te em tudo quanto é parte mais do que em qualquer outros dias. Acho que são das saudades que sinto de te ter por perto, de poder ver os teus olhos grandes cor de mel, de os ver brilhantes e apaixonados a dizer-me que ainda estás vivo, de sentir o teu toque e o palpitar equilibrado do teu coração a afirmar que ainda te dá vida, conseguir tocar-te, beijar-te e abraçar-te.
Sinto tanto a tua falta! Nem consegues prever o quanto a sinto. Até acredito que a minha alma a sente mais que eu, mas eu sinto as saudades a pesar no peito e a querem a todo o custo ser atacadas por recordações guardadas no meu íntimo a sete chaves sem que eu tenha maneira de lhes dizer que não!
Tenho sentido arrepios intensos e duros, tenho sentido a minha mão a ser segurada com muita força, tenho sentido o meu cabelo a mexer-se que o vento exista, tenho sentido um cheiro a perfume de amor, tenho sentido aquele toque mimado e gélido nos meus ombros, tenho sentido o corpo de homem ainda rapaz, tenho sentido as saudades num coração que já nem se sinto!
Mesmo depois de apareceres sem aviso prévio e sem hora marcada, quero dizer-te que te adoro como no primeiro dia e o que o meu é ainda o teu mundo.

11 comentários:

  1. gosto tanto *
    obrigado querida :}

    ResponderEliminar
  2. Identifico-me tanto com este teu texto. Até me arrepiei. :s

    ResponderEliminar
  3. esta mais que lindo! fez-me lembrar as escritas da margarida rebelo pinto.

    ResponderEliminar
  4. obrigado querida ;)
    isto já é a minha rotina, ele é a minha razão para acordar de manhã e ir para a escola..

    ResponderEliminar
  5. lá isso é verdade se não nem tinha vontade de me levantar (:

    ResponderEliminar

Posso não concordar com nenhuma das palavras que tu disseres, mas defenderei até à morte o direito de tu as dizeres.
Voltaire