quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

PÉ DIREITO EM 2011!


Quero desejar a todos um óptimo 2011 com tudo o que precisam para realizarem os vossos sonhos e acima de tudo que sejam felizes!
Acreditem que o mundo precisa de pessoas que queriam a mudança, que tenham força, garra, determinação e boas ideias. Portugal está a precisar disso! Sejam cidadãos atentos e cumpram sempre a vossa função! Falem, exponham ideias e lutem pelo que mais querem e pelo que acham que é melhor para todos.
Espero que todos continuem com o seu blog no ano que vêm e que tenham ainda mais inspiração e imaginação do que este ano porque eu prometo que o "Be Yourself!" vai continuar aqui e com muita vida e histórias para contar!
Um beijinho especial e não se esqueçam: PÉ DIREITO *

18 comentários:

  1. Bom ano minha querida li *

    ResponderEliminar
  2. FELIZ ANO 2011 minha querida, com tudo de bom *

    ResponderEliminar
  3. sério li? fico mesmo feliz por saber isso <3

    ResponderEliminar
  4. grande mensagem de ano novo :')

    ResponderEliminar
  5. é mesmo bom saber que achas isso querida li, de coração :')

    ResponderEliminar
  6. mesmo! abuso de música! a letra é excelente

    ResponderEliminar
  7. Queridos/as seguidores e leitores, preciso da vossa opinião sincera.

    agradeço imenso.
    e BOM ANO NOVO 2011 :D

    beijinhos.

    ResponderEliminar
  8. oh, que amor que tu és *.*

    ResponderEliminar
  9. Bem como não podia deixar de ser, o blog : No clichés, only love vem por este meio desejar-vos um óptimo ano e que aproveitem a vida ao máximo. SEJAM FELIZES. Tanto eu como o meu blogue estará sempre aqui para vocês e obrigada a todos vós pelo contributo que dão diariamente ao meu cantinho. Rute Rita ♥

    ResponderEliminar
  10. obrigado querida (:
    bom ano *

    ResponderEliminar
  11. Feliz ano 2011 querida!! :D

    ResponderEliminar
  12. eu não estou no meu pc, quando estiver digo-te princesa*

    ResponderEliminar

Posso não concordar com nenhuma das palavras que tu disseres, mas defenderei até à morte o direito de tu as dizeres.
Voltaire