sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Com um bom aviso, por favor!


Ando ausente de tudo o que eu gosto e a perder cada vez mais o interesse por aquilo que sempre me fez feliz! Não sei qual a razão de tanto sentimento de derrota nem o porquê desta sensação amarga na boca. Parece que me falta alguma coisa. Mas essa coisa eu ainda não a vi nem achei.
Estou perdida em tudo o que faço! Não sei a quantas ando e para seguir com tudo isto perdi o meu relógio do amor. Parece que estou sobe o efeito de uma substância que não é legal e que fez o excelente favor de me deixar neste estado.
Mas agora a sério: seja lá o que for que me deixe! Eu até gosto de estar louca, perdida e sem rumo para o que quer que seja mas não é durante tanto tempo. Chega-me aqueles segundos em que parece que o mundo parou para nós, chega-me uma noite e pronto. Não preciso, não quero e não vou tolerar mais.
Agora vá, vão embora e deixem-me em paz. Sejam vocês quem forem, vão embora por tempos indeterminados e da próxima vez avisem que vêem para eu ficar atenta!

6 comentários:

Posso não concordar com nenhuma das palavras que tu disseres, mas defenderei até à morte o direito de tu as dizeres.
Voltaire