segunda-feira, 23 de maio de 2011

a morte não é nada!



A morte não é nada.
Eu somente passei
para o outro lado do Caminho.

Eu sou eu, vocês são vocês.
O que eu era para vocês,
eu continuarei sendo.

Me dêem o nome
que vocês sempre me deram,
falem comigo
como vocês sempre fizeram.

Vocês continuam vivendo
no mundo das criaturas,
eu estou vivendo
no mundo do Criador.

Não utilizem um tom solene
ou triste, continuem a rir
daquilo que nos fazia rir juntos.

Rezem, sorriam, pensem em mim.
Rezem por mim.

Que meu nome seja pronunciado
como sempre foi,
sem ênfase de nenhum tipo.
Sem nenhum traço de sombra
ou tristeza.

A vida significa tudo
o que ela sempre significou,
o fio não foi cortado.
Porque eu estaria fora
de seus pensamentos,
agora que estou apenas fora
de suas vistas?

Eu não estou longe,
apenas estou
do outro lado do Caminho...

Você que aí ficou, siga em frente,
a vida continua, linda e bela
como sempre foi.
Santo Agostinho


Estrela, desculpa não ter coragem de me despedir de ti! Sinto-me muito fraca para isso e eu sei que me desculpas e que sabes que estou contigo da mesma forma que estás comigo.
Cuida de mim nesse lugar onde estás. Eu vou lembrar-me do que sempre me disseste e guardar o teu sorriso como a melhor arma do mundo!
És um anjinho, o meu anjinho da guarda.
Até já, vê-mo-nos por aí.

6 comentários:

  1. adorei. meu deus ! *arrepio*

    ResponderEliminar
  2. post tristinho =S sejo o que for que se tenha passado, muita força querida :)

    beijinho

    ResponderEliminar
  3. princesa, sabes bem que ela está a tomar conta de ti, não foi porque não foste-te despedir dela que ela deixou de gostar de ti, ela vai ser SEMPRE gostar, e tu sabes disso melhor que ninguém.
    força*
    estou contigo! <3

    ResponderEliminar

Posso não concordar com nenhuma das palavras que tu disseres, mas defenderei até à morte o direito de tu as dizeres.
Voltaire