segunda-feira, 20 de junho de 2011

miminho nº 2 - um anjo do céu!



Passou exactamente um mês. Não consigo imaginar como tudo é tão rápido e ao mesmo tempo tão lento! Morro de saudades tuas, cada vez mais. o teu sorriso, as tuas mensagens, a tua gargalhada, o teu "estás tão linda!", os teus conselhos com a faculdade, os teus ensinamentos, a tua força, tu! E eu pedia que voltasses e todos os dias te digo que queria isso, mas não dá. Não pode ser! E eu tento convencer-me disso e imaginar que um dia, quem sabe próximo, estaremos juntas outras vez.
Onde quer que estejas continua a cuidar de mim e deles, continua a aparecer e a falar, continua a deixar pistas, ouve-nos, caminha connosco! Nós gostamos disso e sabemos tão bem quando estás aqui ao lado. Acredita, nós sentimos-te sempre que estás de volta e nos abraças e confortas com o teu sorriso.
Não me esqueci de nada do que me disseste, guardo a tua última mensagem religiosamente e quase que a sei de cor, letra por letra, ainda sei o teu cheiro e cada vez que fecho os olhos ainda te vejo ao longe a sorrir e a dizer-me olá!
Fazes-me muito falta e agora o sinto cada vez mais. Precisava dos teus conselhos e de ouvir o que a experiência já te mostrou. Mas vou falar baixinho e sei que vou obter respostas onde menos espero porque continuas a surpreender-me em todo o lado, quando menos espero! Isso não mudou nem nunca vai mudar.
Minha princesa, minha estrela, minha luz, minha estrada e gosto muito de ti, como sempre vou gostar, aconteça o que acontecer!
p.s.- ainda não me esqueci do que me prometeste quando os exames acabassem, vou ficar à espera! tu sabes *


(hoje o dia é teu e não podia deixar que fosse passado em vão!)

4 comentários:

  1. força. ela anda por aí,anda anda*

    ResponderEliminar
  2. Gostei tanto do post, gostei mesmo. E da fotografia:)

    ResponderEliminar
  3. Adoro a frase da foto! :D

    ResponderEliminar

Posso não concordar com nenhuma das palavras que tu disseres, mas defenderei até à morte o direito de tu as dizeres.
Voltaire