domingo, 22 de agosto de 2010

#1 LETTER TO YOUR BEST FRIEND


Dear best friend,
esta é talvez das cartas mais difíceis que alguma vez escrevi! E não penses que é apenas porque tenho de abrir o meu coração aos olhos de todos e dizer-te tudo o que há em nós de melhor. Não é isso! Esta é sem dúvida das cartas mais difíceis porque é para ti! Para ti o meu grande e verdadeiro amor, para ti o meu grande e verdadeiro amigo!
Desde que te vi pela primeira vez, desde que te ouvi falar, desde que observei todos os teus estados de alma, entendi que havia em ti mais do que um mero comum mortal e que carregavas um peso de humildade que nunca tinha encontrado antes.
E como eu admiro isso em ti! Isso e tantas outras coisas que por vezes até invejo! Aquele inveja saudável que só pertence a quem sabe destacar o melhor dos outros.
Nunca conheci ninguém como tu e tenho a certeza absoluta que por mais voltas que dê ao mundo não vou encontrar alguém assim. E isso deixa-me triste!
Não por mim, mas pelos outros! Por aqueles que não tiveram a sorte que eu tive, que não tiveram o prazer de te encontrar em voltas sem sentido e principalmente por nunca terem tido o gosto de sentir um amor tão puro e verdadeiro como o que eu sinto por ti!
Sim, é amor! Daquele amor que não se encontra nos livros de encantar, daquele amor que não se encontra todos os dias, daquele amor que só alguns têm o prazer de ter, daquele amor verdadeiro e transparente, daquele amor que nunca, mas nunca acaba.
E é isso que eu espero! É isso que eu espero de ti, de mim e de nós. Espero que nunca acabe, pelo menos enquanto existir laços que nos liguem eu espero que nunca acabe! E não te peço mais nada. Não quero que me jures que vai ser para sempre e que me prometas amizade eterna. Eu não quero nada disso porque sei que seriam juras sem fundamento e que nada disso seria verdade.
Apenas te peço que fiques comigo até que os laços sejam firmes e que o amor não acabe. É apenas isso que eu quero!
E é tão pouco não é? É tudo tão pouco ao pé de ti, ao pé desse coração do tamanho do mundo, dessa simplicidade contagiante, desses olhos cor de chocolate, desse sorriso maravilhoso, dos teus abraços apertados, dos teus mimos tão calorosos, do teu jeito natural de me fazer rir, da tua preocupação para comigo, dessa tua força de herói e desse teu jeito natural de amar e de encantar,
É isso mesmo, és encantador! O verdadeiro príncipe encantado que todas as meninas queriam.
E no fim de contas nesta carta que, nem sei bem se já queria ser feita à mais tempo ou se saiu agora da minha longa e eterna paixão por te escrever, queria dizer-te mais uma vez que és o amor da minha vida e que espero de ti sempre o melhor e nada mais que o melhor! Porque é só isso que podes dar, o melhor de ti!
a tua eterna, Li!



p.s.- não podia deixar de te dizer uma coisa, amo-te!

6 comentários:

  1. É tão bom quando existe amizades destas! *.*

    bjinho

    ResponderEliminar
  2. é tão bom termos um best friend verdadeiro.

    ResponderEliminar
  3. amei , amei mesmo ! acho que está simplesmente perfeita :)

    ResponderEliminar

Posso não concordar com nenhuma das palavras que tu disseres, mas defenderei até à morte o direito de tu as dizeres.
Voltaire