domingo, 15 de agosto de 2010

amor de perdição #07


Um dia vou ser forte e lutadora como tu.
Um dia vou deixar de me sentar na última carteira e passar a sentar-me na primeira.
Um dia vou lutar pelos meus filhos e não esconder o que me fizeram.
Um dia, com toda a certeza, não vou ter medo de passar emoções e de dizer a verdade.
Um dia não vou ter medo de dizer que também sinto que ninguém me ama!
Um dia, tenho a certeza absoluta, vou ser como tu.
Um dia, vou ser PRECIOUS!

22 comentários:

  1. ''Um dia, com toda a certeza, não vou ter medo de passar emoções e de dizer a verdade'' Também quero!

    ResponderEliminar
  2. de que precisas querida? :)

    ResponderEliminar
  3. consigo sim. não tem a barra do blogue mas tens a opção de seguir e dá para comentar, acho que não falta nada :)

    ResponderEliminar
  4. oh, que amor *.*
    eu também gosto muito de ti minha li <3

    ResponderEliminar
  5. miminho para ti no blogue "mary" :)

    ResponderEliminar
  6. Eu estou altamente revoltada com o talento que para aqui anda de fazer posts lindos e, principalmente, ter layouts lindos. O meu, perto deste, parece um piaçaba!

    ResponderEliminar
  7. se fores lá agora já vês querida ^^

    ResponderEliminar
  8. Recebi o teu selinho é muito bonito (:

    ADORO o teu blog ! vou seguir !

    ResponderEliminar
  9. Fantástico e arrepiante :o

    ResponderEliminar
  10. Um dia eu também vou ser assim.

    ResponderEliminar
  11. És uma menina cheia de forças :)
    Deve ser só orgulho ai por casa

    ResponderEliminar
  12. adorei minha querida <3
    olhaa, hoje fui às compras ao porto e na pull encontrei uma camisola daquelas que tu querias com o símbolo do super homem, já só tinha uma mas eu vi lá.

    ResponderEliminar
  13. miminho para ti no meu blogue *.*
    gosto muito de ti <3

    ResponderEliminar
  14. sim, era cinzenta e tinha o símbolo do super homem :)
    mas já só tinha era só uma :x
    mas se calhar se fores a outra loja sem ser à da via catarina, se fores ao shopping se calhar encontras!

    ResponderEliminar

Posso não concordar com nenhuma das palavras que tu disseres, mas defenderei até à morte o direito de tu as dizeres.
Voltaire