terça-feira, 7 de dezembro de 2010

na porta do frigorífico!



Dear men,
Conto os dias que ainda faltam para chegar o nosso mês! Aquele mês em que tudo será possível e onde até as fadas vão existir. Esse mês que nos avista ao longe e que promete trazer com ele os sonhos de uma noite de primavera onde o amor será o prato principal. Prometo-te que não faltaram mimos e caricias, palavras doces e gestos meigos e acima de tudo não faltaram verdades puras, sejam elas o que forem.
Espero que estejas tão ansioso quanto eu e que que esperes a sua vinda como se fossem os últimos dias da tua vida.
Contudo, não quero que aguardes para eles tudo o que tiveres a fazer, a dizer e a sentir e espero que saibas que não chegaram esses meses para tudo isso.
Mas, mesmo assim, afirmo que te espero como sempre esperei, que és o amor da minha vida e que em ti deposito todos os sonhos do mundo.
Um beijo.
P.s.- os meus lençóis ainda têm o teu cheiro e os meus olhos ainda só te vêem a ti.

11 comentários:

  1. Ai ai adoro quando estas cartas acabam com "Um beijo". Dão-lhe um ar tão audaz, puro e atrevido. Soa a mim ;)

    ResponderEliminar
  2. Obrigada (:
    Está lindooo o texto, um miminho *

    ResponderEliminar
  3. Está lindo querida *.*

    ResponderEliminar
  4. gostei imenso minha li *
    ainda bem que gostaste :)

    ResponderEliminar
  5. não tens de quê, linda* <3

    ResponderEliminar

Posso não concordar com nenhuma das palavras que tu disseres, mas defenderei até à morte o direito de tu as dizeres.
Voltaire