quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

se conseguires, ajuda-me!


Precisava imenso de ignorar o que me faz mal e o que me deixa chateada, o que me consome as energias e me deixa à deriva! Adorava conseguir fazê-lo, mas isso não faz parte de mim.
Se alguém o conseguir fazer por mim, por favor, faça-o porque eu estou a morrer de tédio.
P.s.- só mesmo o meu cigarro para me ajudar a desligar deste mundo ~

19 comentários:

  1. Força, minha querida.
    Olha como conseguiste por assim o blog? ADORO (:

    ResponderEliminar
  2. É difícil acredita. Mas com muito treino e elevação da auto-estima, com certeza que vais conseguir...

    ResponderEliminar
  3. Com o tempo aprenderás a ignorar o que te faz mal (..) O importante é acreditar que se é capaz :)

    ResponderEliminar
  4. Eu nao consigo fazer essas modificações :s

    ResponderEliminar
  5. oh meu amor, só quero ser feliz* obrigada mesmo* porque mudaste de template? <3

    ResponderEliminar
  6. obrigada meu doce, meu docinho* ah, pensava que sim. eu adoro a tua foto, tu sabes! <3

    ResponderEliminar
  7. espero por ela, princesa linda*

    ResponderEliminar
  8. muito obrigada*
    e força, ânimo

    ResponderEliminar
  9. Mas isso é por codigos. nao sei :x

    ResponderEliminar
  10. não é o que precisamos todos? *

    ResponderEliminar
  11. Para ignorares o que te faz mas e o que te deixa chateada, volta as tuas energias para o que te faz bem e de alegra todos os dias! Quando perdes uma das boas coisas que tens apercebes-te do quanto é simples fazeres o que te digo. Valorizar o que de melhor temos é também pôr de parte o que é insignificante, que podem ser as coisas que te deixam menos bem disposta. Tenho a certeza que se concentrares as tuas forças e energias na tua família, nos teus amigos ou nos teus interesses, a tua vida toma outra cor e forma.
    Um beijinho li.
    Mrs. Statler :)

    ResponderEliminar
  12. eu também fico sempre contente querida :')

    ResponderEliminar
  13. Se me ajudasses querida. Trocavamos de mails e ajudavas me (:

    ResponderEliminar
  14. aposto que deves estar prestes a encontrar :')

    ResponderEliminar

Posso não concordar com nenhuma das palavras que tu disseres, mas defenderei até à morte o direito de tu as dizeres.
Voltaire