segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

good luck!


sinto um enorme peso no coração!
tenho vontade de te dizer milhões de coisas e no momento em que o podia dizer faltam-me as palavras e os membros deixam de ter forças para o que quer que seja. gosta de ser diferente e de conseguir ter a força de um furacão e a coragem de um Deus para deixar de sentir este aperto no coração.
nunca pensei que passado tanto tempo fosse difícil dizer-te que gosto de ti, mas pelos vistos ainda existem coisas difíceis na minha vida.
já sei que não sou uma criança e que por isso mesmo devo encarar as coisas de frente e enfrentar as consequências, sejam elas positivas ou negativas. pelo menos tentei, fiz tudo o que podia fazer e não vou obter nenhum arrependimento quando olhar para trás. fiz o que tinha a fazer, fora de horas, mas fiz e quanto a isso sei que só me vou orgulhar.
aconteça o que acontecer eu estou a fazê-lo por mim e pela minha vida! posso bater com a cabeça na parede, posso ficar péssima mas pelo menos não fiquei parada no tempo a pensar o que podia ter acontecido se eu desse este passo.
eu gosto muito de ti, toda a gente vê e sabe, sempre te neguei tal sentimento mas sei que de burro tens muito pouco, vou agora eu confirmar-te tudo como se de um fim se tratasse ou quem sabe de um início.
agora só quero pensar: "it's easy!".

27 comentários:

  1. lindo, amei *
    identifico-me com algumas partes ..

    ResponderEliminar
  2. adorei o blog *.*
    escreves lindamente :D

    ResponderEliminar
  3. Nesses momentos parece que ensaiamos muito, sabemos perfeitamente o que vamos dizer e como vamos agir, mas quando chega o momento tudo sai diferente $:

    O importante é ter esperança *)

    ResponderEliminar
  4. Sem medo, querida. :)

    ResponderEliminar
  5. ainda bem *.* também estou viciada :b

    ResponderEliminar
  6. não tens de agradecer :)
    aliás, obrigado eu *

    ResponderEliminar
  7. Está muito lindo , amei *.*

    ResponderEliminar
  8. claro, diz-já só o que queres que já não me lembro linda $:

    ResponderEliminar
  9. Também acredito que sim :)

    ResponderEliminar
  10. estou bem querida, obrigada :) foi um amor antigo que ontem decidiu apagar-me da vida dele, de vez. mas já me magoou tanto que já me é indiferente, mas não deixa de mexer comigo. *

    ResponderEliminar
  11. disse-lhe o mesmo mas a resposta dele foi: "nunca digas nunca". tá parvo, as companhias/namoradas deram-lhe completamente a volta aquela mentalidade (que eu adorava). o problema dele é que nunca engoliu bem o facto de eu ter seguido, finalmente, a minha vida e ter arranjado alguém. agora estou bem e é por isso que me é indiferente, mas é/era um amigo e, no fundo, perdi-o.

    ResponderEliminar
  12. lindo. adorei *.*
    Antes de encarar-mos a pessoa, nós pensamos: eu sou forte vou lá e vou dizer-lhe tudo na cara, não pode ser assim tão dificil. Mas quando chega o momento ficamos pequeninos, pequeninos, e falta-nos a coragem!

    kiss:)

    ResponderEliminar
  13. Obrigada eu querida, obrigada mesmo.
    adorooo sempreeeee !

    ResponderEliminar
  14. gostei imenso do texto.
    o design do blog esta espetacular.
    escreves muito bem.
    continua* :)

    ResponderEliminar
  15. temos de abrir o coração e deixá-lo falar por nós, se não depois ficaaremos sempre a pensar "e se..."

    ResponderEliminar
  16. Obrigada eu querida.
    nem sabes o que essas palavras sao importantes :')

    ResponderEliminar
  17. olha aceitava querida, não gosto nada. antes nem estudava, não precisava. mas este ano, Fernando Pessoa, tenho mesmo de estudar :/

    ResponderEliminar
  18. ai não gosto nada de poesia, não atino com isto :x

    ResponderEliminar
  19. Ahah teoricamente falando é fácil mas na pratica o inicio pode te chatear a cabeça um bocad[ã]o

    ResponderEliminar
  20. claro que não me importo querida (:

    ResponderEliminar
  21. isto é memso muito amooor :$

    ResponderEliminar
  22. Está lindo (:
    Um abraço *

    ResponderEliminar
  23. Um dia, disse "Amo-te" a quem amei, ele não foi receptivo - pois já tinha passado praticamente um ano em que ele esperou tais palavras - mas, ainda acho que foi a melhor coisa que fiz na minha vida. Custa, mas vale a pena. Força :)

    ResponderEliminar

Posso não concordar com nenhuma das palavras que tu disseres, mas defenderei até à morte o direito de tu as dizeres.
Voltaire