quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

uma pequena descoberta!


um dia os sonhos vão acabar por ficar numa mesa de café por entre os espaços vazios do fumo do cigarro que, invisivelmente, está sempre na tua mão. os sonhos que eu e tu tanto sonhamos enquanto passamos uma tarde de aventuras sempre nas mesmas paredes.
é assim que eu defino a nossa amizade: um café cheio de movimento, onde pelo menos uma vez por semana eu fica lá contigo, um espaço amplo e cheio de barulhos e olhares que nós nunca mais vamos cruzar.
é assim que nos quero ver sempre! onde nada é concreto e exacto, sem nunca saber onde me posso surpreender e com o que posso contar. é assim que te vejo: como uma caixinha de segredos que todos os dias se abre para me mostrar mais uma face que eu nunca tinha visto.
e não te preocupes com os teus lados negativos ou com os teus momentos de pura impaciência, eu aturo-os e gosto muito de ti assim.
ora doce, ora rebelde, ora verdadeira, ora irónica, ora minha, ora dos outros! assim tão tu, sempre tu minha pequena amizade!

11 comentários:

  1. espero mesmo que os sonhos nunca acabem..
    e cada vez se ve menos amor verdadeiro

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito, muito!:D

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  3. adoro o teu blogue, porra ! e adoro ISTO
    não o vou apagar, além de achar que não está nada demais

    ResponderEliminar
  4. ó além de escrever bem, o que não é

    ResponderEliminar
  5. lol essa tua ultima frase está tão fofinha! tinha q a referir:)

    ResponderEliminar
  6. Está lindo querida *.*

    ResponderEliminar

Posso não concordar com nenhuma das palavras que tu disseres, mas defenderei até à morte o direito de tu as dizeres.
Voltaire