segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

vou esconder-me por uns minutos!


tenho de admitir que ver-te foi o melhor de hoje. as coisas não foram como eu imaginei que fossem mas acho que não posso pedir muito no primeiro dia. as coisas ainda estão muito frescas nas nossas cabeças e ultimamente as nossas conversas não têm sido esclarecedoras no que toca a sentimentos.
sei que no fundo o teu coração sabe que o meu está a morrer de amores por ti e que estou apenas a fazer de mulher dura e difícil para depois no fim cair em ti para sempre. sabes que sempre fui assim, que sou assim e não quero mudar esse ritual mas por ti até estava pronta a mudar se senti-se que desse lado existe um mar onde posso mergulhar sem que um temporal me leve e me engane!
é disso que falo quando os meus olhos se prendem aos teus cada vez que me olhas pensando que eu não estou a ver. e sabes o que me preenche nesse momento? é ver o teu sorriso chegar sem hora marcada, vê-lo formar-se perante tal situação e perceber que se as coisas fossem num lugar diferente o nosso corpo teria acções diferentes. e como eu queria essas acções hoje, amanhã e sempre.
e por tudo isto vou esconder os meus olhos por mais uns instantes porque sei que tu vês neles o que mais ninguém consegue ver.

13 comentários:

  1. Adorei o texto... mesmo lindo..


    DEsculpa a invasão, mas nao resisti, escreves mesmo bem.


    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. que lindo, gostei muito :)

    ResponderEliminar
  3. acredita que não :)
    Mas obrigada *

    ResponderEliminar
  4. não tens de quê, e muito obrigada querida! :)

    ResponderEliminar
  5. não tens de agradecer fofinha :)

    ResponderEliminar
  6. Parabéns, está perfeito *.*

    Gostei do blog, sigo!
    Beijinho *)

    ResponderEliminar

Posso não concordar com nenhuma das palavras que tu disseres, mas defenderei até à morte o direito de tu as dizeres.
Voltaire