quarta-feira, 12 de maio de 2010

até já caros amigos!

Caros colegas das artes, tenho um notícia para vos dar! É sem sombra de dúvidas a que mais me deixa triste, não queria nada ter de vos dar esta notícia. Mas enfim, é a verdade e eu não vos posso desiludir!
Estou no 11ºano de ciências e tecnologias e as coisas estam cada vez mais apertadas. É testes intermédios em quase todas as semanas, são testes atrás de testes, trabalhos, exposições orais, explicações, estudos e afins.. é muito tempo dedicado à escola e a algo que me derá um futuro melhor, que me fará chegar ao meu grande sonho!
Como devem ter reparado, estou sem tempo! Não tenho vindo cá, não tenho dito nada, não tenho sequer tido tempo para pensar que tenho um blog. Não é por não ter vontade de escrever, não é por não ter coisas para contar. Não, nada disso! Eu não tenho é tempo, não tenho oportunidade de fazer nada e nem sequer tenho um dia para me poder dedicar a mim e ao que gosto de fazer.
Aquilo que vos quero dizer hoje, é que vou estar ausente! Que durante algum tempo, não vou conseguir vir cá. Vou tentar que seja um curto espaço de tempo, que seja um tempo limitado mas, não prometo nada.
A vocês, quero desejar a maior sorte do muito durante este tempo, espero que tenham muita inspiração para os vossos post's, que façam tudo de bom e do melhor na vossa vida e que consigam ter tempo para se divertir e fazerem o que gostam.
Eu prometo que quando tiver tempo, volto logo. E acreditem, vou ter muitas saudades das palavras que todos vocês escrevem em cada linha do vosso blog!
A todos, um beijinho muito especial e como dizia o GRANDE Raul Solnado, "FAÇAM O FAVOR DE SEREM FELIZES!"
li ~

2 comentários:

  1. Estarás ausente, mas quando voltares, voltarás melhor.

    (tenho lido os teus textos e devo dizer que gosto)

    *

    ResponderEliminar
  2. Desculpa por toda a ausência no meu blog e em especial a ti e a todos os leitores que o comentaram e não obtiveram respostas. :)
    E sim, diverti-me imenso na queima, espero que também o tenhas feito :b

    ResponderEliminar

Posso não concordar com nenhuma das palavras que tu disseres, mas defenderei até à morte o direito de tu as dizeres.
Voltaire