domingo, 21 de agosto de 2011

fica!



Vê se vens e ficas!
Fica só para me olhares enquanto durmo aninhada nos teus braços, sonhando acordada dentro dos meus próprios sonhos de um dia te ter na eternidade. Fica vendo-me suspirar amores passados e tão sofridos, tão cheios de dúvidas e amarguras que tento esconder num sorriso. Fica comigo nos dias terrivelmente chatos em que nos encontramos no meio de um livro de histórias prontas para serem contadas e descobertas. Fica a olhar-me sem teres que dizer, com o teu silêncio tão carregado de perguntas sem resposta.
Deixa-me olhar-te com o meu silêncio que está pronto para conversar contigo, e que no meio de um sussurro te fala um pouco mais alto: "Vem! Vem que tudo aqui é teu!"

8 comentários:

Posso não concordar com nenhuma das palavras que tu disseres, mas defenderei até à morte o direito de tu as dizeres.
Voltaire